A ex-ginasta Laís Souza, sofreu um acidente em 2014 e ficou tetraplégica. Ela está fazendo um tratamento com células-tronco e tem tido uma ótima evolução, ao recuperar os movimentos do corpo.

Diante disto, podemos refletir a respeito do que faz com que uma pessoa tenha mais capacidade de resiliência frente às diversidades, do que outras.

Resiliência é a capacidade de se recuperar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças. Problemas, diante na vida sempre vão existir, mas a diferença está na maneira como lidamos com eles.

Ter capacidade de se adaptar frente aos problemas, ser flexível diante da vida, conseguir manter-se estruturado frente as dificuldades e sobretudo tirar aprendizados das experiências, são características importantes de uma pessoa resiliente. Isto é essencial para você atingir os seus objetivos e ser mais feliz.

Olhar para os erros como uma oportunidade de evolução e crescimento, não se sentir um fracassado por ter falhado é uma ótima maneira de se fortalecer . Encarar a vida com bom humor também faz com que a vida se torne mais leve, portanto, fique atento se você não está dando muita importância para os problemas e deixando de aproveitar os bons momentos.

Ser persistente quando deseja atingir uma meta é essencial. Você desiste de seus sonhos com facilidade? Caso a resposta seja sim, está na hora de mudar.

Para os pessimistas de plantão, cabe uma dica. É comprovado que as pessoas que são consideradas mais otimistas, conseguem passar pelos momentos difíceis com mais facilidade.

Uma pessoa que já sofreu bastante, pode ter maiores chances de exercitar a  resiliência. Cabe uma reflexão também diante do papel do sofrimento. Há quem diga que existe um sentido maior no sofrimento, e se prestarmos atenção nisso, podemos tirar grandes aprendizados nos momentos de dor e nos fortalecermos.

E você? Qual a lição que já aprendeu em um momento de dor?

Por: Andrea Guimarães Rothschild

Pin It on Pinterest